NOTÍCIASSEGURANÇA

Advogado que espancou policial e tentou balear homem em Feira de Santana se apresenta à polícia e é preso

O advogado que espancou um policial civil e tentou balear um homem, na cidade de Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador, se apresentou com um advogado à polícia, na manhã desta quarta-feira (13), no Fórum Filinto Bastos, e foi preso. A informação foi divulgada pela Polícia Civil.

De acordo com o delegado Roberto Leal, Coordenador da Polícia Civil na cidade, Orlando Freire de Assis, 29 anos, foi interrogado durante a tarde, na sede da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), bairro do Sobradinho, e, em seguida, foi encaminhado para a carceragem da unidade.

O suspeito era procurado pela polícia após ter mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça da Bahia, na terça-feira (12). Conforme a Polícia Civil, o advogado será indiciado por duas tentativas de homicídio e porte ilegal de arma, e será levado para o Presídio Regional de Feira de Santana.

O crime ocorreu na noite do último domingo (10), e foi filmado por uma testemunha. As agressões ocorreram no estacionamento de uma casa de shows, onde ocorria uma festa que o policial e o suspeito participavam. O homem que quase foi baleado tentava defender a vítima. De acordo com a Polícia Civil, a briga teria começado durante o evento. Segundo a polícia, o advogado já tinha antecedente criminal, por agressão ocorrida em 2007.

Vídeo mostra agressão

Vídeos gravados por câmeras de segurança da casa de shows e por testemunhas mostram a confusão dentro e fora do evento. Nas imagens externas, é possível ver o momento em que o policial é atacado pelo suspeito. O advogado ainda usa a arma do agente para atirar contra o caminhoneiro que tentou impedir as agressões.

O homem não foi atingido pelos disparos. No vídeo, é possível ver o policial civil Sérgio Roberto Souza Oliveira, de costas, conversando com o advogado e a mulher que está ao lado dele. A mulher se abaixa e parece pedir alguma coisa ao policial. Ela também tenta conter o advogado. Em seguida, o policial vai embora, mas o suspeito parece provocar, e a vítima volta.

Os dois trocam socos. Depois, o policial cai no chão e o advogado começa a chutar a vítima. O caminhoneiro passa no local, vê a agressão e para. Ele se aproxima e tenta conter o advogado. Nesse momento, o suspeito pega a arma do policial e atira duas vezes. O caminhoneiro corre e some das imagens.

Depois, o advogado segue agredindo o policial, que parece estar desacordado. A mulher tenta evitar as agressões também, mas não consegue. Após o ataque, o advogado vai embora com a arma do policial, que foi encontrada horas depois, abandonada na rua. Toda a confusão durou cerca de 3 minutos. (G1/Ba)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar