NOTÍCIASPOLÍTICASEGURANÇA

Deputados petistas acusam Bolsonaro de barrar entrada na Chesf em Paulo Afonso

Deputados federais do PT acusam o governo do presidente Jair Bolsonaro de bloquear a entrada  na Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), no município baiano de Paulo Afonso, nesta quinta-feira (1°).

Os petistas João Daniel, Paulo Pimenta e o parlamentar baiano Valmir Assunção usaram as redes sociais para pediram explicações. Eles participam de uma caravana que percorre municípios de três estados nordestinos até esta sexta-feira (2).

“Ficamos estarrecidos com a proibição da entrada na empresa, mesmo com solicitação formal. Ordens do governo Bolsonaro que, mais uma vez, comporta-se com extremo autoritarismo”, salienta Assunção.

No segundo dia da ‘Caravana da Resistência’, as atividades foram iniciadas em Paulo Afonso com os sindicalistas da Chesf. Além de não ser possível entrar na Companhia Hidrelétrica, os parlamentares teriam sido impedidos de passar por trecho que é divisa com o estado de Alagoas, e fica na região da companhia. Conforme os deputados, todos os requerimentos necessários para a visita foram feitos previamente com apoio do Sindicato dos Eletricitários da Bahia (Sinergia), conforme procedimento padrão existente desde a fundação da Chesf.

“Ameaçada de privatização, a Chesf passa pelo seu pior momento desde a criação. Nem mesmo a Ditadura Militar impediu visitas a suas instalações. O governo Bolsonaro age com truculência e de forma antidemocrática ao impedir parlamentares eleitos democraticamente de ter acesso e defender um patrimônio público que é um bem de todo brasileiro”, apontam os parlamentares em nota conjunta em rede social. A caravana deixou a Bahia e seguiu para o estado de Sergipe, onde houve ato político em Poço Redondo. Lá, os parlamentares fizeram ações em assentamentos rurais. (Bahia Notícias)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar