NOTÍCIASPOLÍTICA

Justiça condena futuro ministro do Meio Ambiente

A Justiça condenou hoje (19) o ex-secretário estadual de São Paulo e futuro ministro do Meio Ambiente do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), Ricardo Salles, por improbidade administrativa. 

Salles é acusado pelo Ministério Público de ser responsável por fraude no processodo Plano Manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê, em 2016. A decisão cabe recurso. (Metro1)

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar