CRUZ DAS ALMASDESTAQUEPOLÍTICARECÔNCAVOSAÚDESEGURANÇA

Servidora nega acusação de desvio da vacina contra COVID-19 e diz ser vítima de perseguição política em Cruz das Almas

A servidora afirmou que pode estar sofrendo perseguição política.

A servidora Vera Lucia dos Santos Boaventura Assis, apontada pela Prefeitura de Cruz das Almas como acusada de desviar vacina contra a COVID-19, utilizou suas páginas nas redes sociais para negar as acusações. Segundo Vera, ela tomou como surpresa a Portaria de Processos Administrativo, mas que estava com a consciência tranquila e em paz.

De acordo com a nota, ela aplicou a vacina seguindo as recomendações das pessoas indicadas pelo seu superior. A servidora afirmou que pode estar sofrendo perseguição política. “Não vou admitir perseguição, fui candidata à vereadora pelo PT, obtive 304 votos e agora me tornam alvo de perseguição”, relatou. Por fim, ela ressaltou que em breve sua inocência será provada.

 

*NOTA DE ESCLARECIMENTO*
Olá pessoal. Boa noite! Aqui é Vera Assis, Vera da Vacina, como carinhosamente me conhecem.
Tomei como surpresa a Portaria de Processos Administrativo contra a minha pessoa, sob a falsa alegação de aplicação de vacina em pessoas que não fazem parte da preferência.
Deixo meus amigos e irmãos que me conhecem tranquilos. Estou com minha consciência tranquila e em paz! Uma mentira criada para me prejudicar. A verdade será mostrada. Deus é justo e fará justiça em breve. Aqueles que fizeram exposição com meu nome nesse processo administrativo prestarão contas a Deus e a justiça.
Tenho 28 anos de serviço público, com vida dedicada e honrada, com honestidade e amor pelo que faço. Postei as fotos aplicando as vacinas com satisfação e agora sendo acusada de praticar ilegalidade. Apliquei a vacina de acordo com as pessoas indicadas pelo superior.
Não vou admitir perseguição, fui candidata à vereadora pelo
PT, obtive 304 votos e agora me tornam alvo de perseguição. Volto a repetir, meus amigos, irmãos e familiares fiquem tranquilos, pois quem plantou essa calúnia contra a minha pessoa prestará contas a Deus e a justiça. Em breve ficará provada minha inocência. Quero ver se vão publicar portaria me pedindo desculpas!!! Obrigada.
Att,
Vera Lúcia dos Santos Boaventura Assis

 

Diego Azevedo – Informe Cruz

Foto: Ilustrativa/Rede social

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar